Agora que entendemos como o corpo funciona, vamos entender o que acontece quando fazemos dietas da moda. Chamamos de dietas da moda porque quando surge uma, e de repente até algum artista famoso está seguindo, ela é seguida por muitas pessoas, talvez você inclusive, e acaba se tornando um modismo. Essas dietas possuem normalmente uma restrição calórica muito grande. Então você deve estar se perguntando: ué, mas não era pra eu reduzir as calorias para conseguir uma perda de peso?
A nutricionista funcional Helouse Odebrecht ressalta que, fisiologicamente, o corpo feminino tem um percentual de gordura superior ao corpo masculino. “Mas isso é uma questão biológica natural. Isso porque a mulher tem depósitos de gordura, por exemplo, para produção de leite, devido a suas estruturas corporais, hormônios, gestação e outras particularidades que diferem o homem da mulher. Mas o que define o acúmulo de gordura abdominal são os hábitos e alterações metabólicas”, diz.
Uma pesquisa realizada pelo Instituto Salud Carlos III, da Espanha, em parceria com a Universidade de Cambridge, da Inglaterra, aponta que a ingestão diária de azeite evita a formação de gorduras na região da cintura. O estudo foi publicado na revista Diabetes Care e afirma que as gorduras monoinsaturadas presentes do azeite previne o acúmulo de gordura na região.
Os integrais são ricos em fibras, que são importantes aliadas no processo de perder barriga. O primeiro motivo é que consumir fibras com bastante água ajuda a melhorar o trânsito intestinal, o que evita que a barriga fique estufada e inchada. Além disso, alimentos ricos em fibras tendem a ter um índice glicêmico mais baixo. Isso porque as fibras desaceleram a absorção da glicose dos alimentos, evitando picos de glicemia e do hormônio insulina, responsável por levar o açúcar para as células. Os carboidratos com menor índice glicêmico são: batata doce, mandioquinha, arroz integral e chia.

Come cada 3-4 horas: Si pasas muchas horas sin comer, te puede aparecer ansiedad y con ello, muchas ganas de comer alimentos poco recomendables. El número de ingestas recomendadas varía según tu horario, costumbres y estilo de vida, pero te recomiendo que tengas un orden en tu dieta y que hagas una media mañana y una tarde saludable, y así evitarás llegar con más hambre a la comida y la cena.
Hola Paloma, si ya vas a un nutricionista tendrías que consultarle tus dudas. Por lo que cuentas en tu mensaje puede que la dieta y la medicación no estén bien pautadas ya que no deberías tener tantas bajadas de azúcar y tampoco deberías subir de peso. Si quieres nosotras podríamos llevarte la parte nutricional de tu tratamiento, puedes ponerte en contacto con nosotras a través del formulario de contacto o vía telefónica. Un saludo.
Faça a dieta crudívora. Essa dieta é para quem não gosta de carne e está cansado de cozinhar. Os nutricionistas alertam que, se seguida em longo prazo, a dieta crudívora pode causar a deficiência de nutrientes essenciais. A dieta crudívora consiste inteiramente no consumo de alimentos crus ─ você emagrece porque consome grandes quantidades de frutas e verduras. O leite de coco, as castanhas, as sementes e quaisquer outros ingredientes não cozidos também estão permitidos.[15]

Siga a dieta mediterrânea. Qualquer regime alimentar funcionará no início, desde que o corpo receba menos calorias do que queima. No entanto, isso não significa que uma dieta seja necessariamente saudável ou sustentável só porque o ajuda a emagrecer em pouco tempo. Já um plano alimentar como a dieta mediterrânea pode ajudá-lo a continuar emagrecendo, sem recuperar os quilos perdidos. A dieta consiste em ingredientes e estilos gastronômicos tradicionais entre as populações que vivem perto do Mar Mediterrâneo. Estudos demonstram que as pessoas que seguem essa dieta apresentam um risco reduzido de problemas cardíacos e, de quebra, perdem alguns quilos e ficam mais esbeltas.[13] Consuma os seguintes alimentos (e elimine o pão, os laticínios e os alimentos processados):
Bebidas adoçadas, como refrigerantes, sucos de frutas e energéticos, além de doces, sobremesas e pastéis, podem aumentar a quantidade de gordura visceral. Além disso, os alimentos feitos à base de farinha branca ou de carboidratos altamente processados, como batas chips, biscoitos água e sal, pão branco, macarrão comum e arroz branco também são responsáveis pelo acúmulo de gordura.[15]
2. Efeito termogênico: maior efeito termogênico da proteína no metabolismo do que os outros macronutrientes. O Efeito Térmico do Alimento (ETA) consiste no aumento do gasto energético observado após a ingestão de uma refeição. Esse gasto energético é necessário para a realização dos processos de digestão, absorção e metabolismo dos nutrientes ingeridos, podendo representar, aproximadamente, de 5 a 10% do gasto energético diário de um indivíduo. A participação da proteína seria em torno de 25 a 30%, carboidratos 6 a 8% e lipídeos/ gorduras 2 a 3 %.  
Tente fazer a dieta “paleo”. Quando os homens das cavernas ainda caminhavam na Terra, eles não tinham tempo para assar um bolo ou fritar batatas. A dieta paleo (uma abreviação para paleolítica) tem o objetivo de recriar a alimentação dos nossos primeiros antepassados, e seus defensores alegam que o organismo humano não foi construído para os ingredientes e estilos gastronômicos contemporâneos. Os seguidores da dieta comem carne, verduras, frutas e quaisquer outros alimentos que estariam disponíveis no período paleolítico, e evitam quaisquer ingredientes que os homens das cavernas não teriam consumido.
Em uma dieta equilibrada, a carne é um elemento muito importante, pois é uma fonte de proteína responsável pela fabricação das hemoglobinas que transporta nutrientes e oxigênio pelo organismo, ajuda na formação dos músculos e na composição de ossos. Por isso, ela é indispensável. É importante que você dê prioridade às carnes magras, pois elas contêm menos gorduras e lembre-se que a melhor maneira de preparar é assando ou grelhando o alimento.
×